terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Alunos com deficiência passam a ter apoio de Auxiliares de Vida Escolar, informações retiradas do site da prefeitura do Municipio de São Paulo


3 de Fevereiro de 2011 - 10:34
Alunos com deficiência passam a ter apoio de Auxiliares de Vida Escolar
O Programa Inclui aumentará o número de Salas de Apoio e Acompanhamento à Inclusão e de materiais educativos acessíveis, além de instituir nas escolas o papel dos Auxiliares de Vida Escolar, que ajudarão os alunos com deficiência em suas atividades em sala de aula.

Em 2011, os alunos com necessidades educacionais especiais matriculados na Rede Municipal de Ensino de São Paulo que não têm autonomia para alimentar-se, fazer a própria higiene e locomover- se em decorrência de deficiência física ou autismo contarão com um importante apoio na vida escolar. Esses estudantes passarão a ter o acompanhamento de Auxiliares de Vida Escolar (AVEs) durante o período de permanência na escola. O trabalho já começa na volta às aulas, dia 7 de fevereiro.

As boas-vindas a esses profissionais foi dada em evento promovido pela secretaria no Sesc Vila Mariana, na terça-feira (1º/2). O encontro reuniu profissionais da Divisão de Orientação Técnica - Educação Especial, profissionais da Saúde, mais de 400 diretores de escola, representantes dos 13 Centros de Formação e Acompanhamento à Inclusão (Cefai) e supervisores escolares que atuam nas 13 Diretorias Regionais de Educação.

Neste mês, a rede receberá 409 Auxiliares de Vida Escolar, que trabalharão em 385 escolas e atenderão mais de 600 alunos. Cada AVE poderá atender até quatro estudantes, variando de acordo com o grau de dependência de cada aluno. Segundo o secretário municipal de Educação, esse número chegará a 500 profissionais ainda este ano e será ampliado de acordo com a necessidades das escolas. ”Além de atenderem os alunos, os AVEs também serão irradiadores da causa da inclusão em suas comunidades, o que é muito importante. Parabenizo todos que escolheram a função, que optaram por caminhar conosco neste trabalho”.

Os AVEs são pessoas da comunidade onde as unidades estão inseridas que se inscreveram para a função, receberam formação de profissionais da Unifesp e agora integram o Rede, um dos sete projetos que compõem o maior e mais completo programa de inclusão nas escolas – o Inclui –, lançado em setembro de 2010. Esse é mais um passo da Secretaria Municipal de Educação para que a cidade de São Paulo tenha escolas cada vez mais adaptadas e acolhedoras, possibilitando que os alunos participem de forma plena de todas as atividades escolares. Os auxiliares, formados de acordo com o que os alunos e as escolas precisam, passarão por capacitação a cada dois meses. Quinzenalmente, o trabalho será supervisionado por fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais que integram a equipe multidisciplinar do Rede.

Programa Inclui

Transformar a escola em um lugar onde todas as crianças possam aprender juntas é o principal objetivo da Secretaria Municipal de Educação. Pensando nisso, em 2009 uma Comissão Intersetorial foi criada para avaliar como a inclusão vinha sendo feita nas escolas municipais e o resultado foi a criação do programa, que chegou para melhorar e ampliar o que já era feito. Hoje, mais de 14 mil crianças, adolescentes, jovens e adultos com algum tipo de necessidade educacional especial são atendidos em escolas municipais.

Para garantir bom atendimento, cerca de 25 mil educadores passaram por formação nos últimos cinco anos, sendo que 400 freqüentaram cursos de pós-graduação. Em 2011, serão 5 mil vagas de formação para os profissionais da Educação. Outro suporte em sala de aula são os mil estagiários de Pedagogia que apóiam os professores em turmas que têm um ou mais alunos com necessidades educacionais especiais. Esse número chegará a 1,3 mil neste ano. E, para dar tranqüilidade às famílias e conforto aos alunos, o Transporte Escolar Gratuito Acessível (TEG Acessível) é ampliado constantemente e chegará a uma frota de 170 veículos em 2012.

Superando Metas

O apoio pedagógico especializado também vem sendo ampliado. “A previsão para 2011 era que o número de Salas de Apoio e Acompanhamento à Inclusão (SAAIs) – que eram 221 em setembro – chegasse a 314 espaços até o fim do ano, mas esse número já foi alcançado em janeiro e a meta agora são 400 salas”, informa o secretário. Para garantir escolas acessíveis, a secretaria já vem construindo unidades que atendam aos parâmetros de acessibilidade. Entre as escolas mais antigas, a prioridade de reforma é para aquelas que têm ou terão SAAI. Além de material próprio para alunos com deficiência, garantindo seu acesso ao currículo escolar, as unidades da rede ganharam mobiliário adaptado.

Outra grande novidade do Programa Inclui é desenvolvida em parceria com a Sociedade Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM). Uma equipe com 48 profissionais, formada por fisiatras, psiquiatras infantis, fonoaudiólogos, psicólogos, enfermeiros, nutricionistas, assistentes sociais, fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais, dentre outros especialistas, avalia e acompanha os alunos e, juntamente com os Centros de Formação e Acompanhamento à Inclusão (Cefais), apóia as famílias e as equipes escolares.

FONTE: http://www.prefeitura.sp.gov.br/portal/a_cidade/noticias/index.php?p=42785
Portal da Prefeitura de S.Paulo

A Boa Noticia esta ai, agora vamos acompanhar para ver, liguei para vários setores da prefeitura para encaminhar uma criança com deficiência visual total e absolutamente ninguém sabia o que é o CEFAI inclusive a própria Secretaria Especial da Pessoa com Deficiência não souberam me dar informações sobre os CEFAIs "Centros de Formação e Acompanhamento à Inclusão" a funcionária de nome Elaine disse que iria pesquisar e assim que achasse informações me enviaria, no dia seguinte recebi email com endereços e telefones que não existem mais, Vamos fiscalizar para que a noticia a cima seja cumprida e não seja mais um belo testo publicado sem dar os benefícios que prometem.

Valdir Timóteo

Elaine da Secretaria Especial PCD SP

Para valdirtimoteo@hotmail.com

De: Elaine Halberconi Bissone (ebissone@PREFEITURA.SP.GOV.BR)

Enviada: quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011 12:51:02

Para: valdirtimoteo@hotmail.com

Exibição Ativa do Hotmail

5 anexos (total de 296,5 KB)

Baixe 1.doc (82,0 KB)

1.doc

Baixar(82,0 KB)

Baixe cefai.pdf (40,9 KB)

cefai.pdf

Baixar(40,9 KB)

Baixe CONVENIAD...pdf (10,1 KB)

CONVENIAD...pdf

Baixar(10,1 KB)

Baixe emee.pdf (18,2 KB)

emee.pdf

Baixar(18,2 KB)

Baixar tudo como zip

Segue o endereço das escolas

Elaine H. Bissone - Intérprete

Coordenadoria e Projetos de inclusão /SEM BARRERAS

Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida

Tel.: 11-3913-4085 - Cel.: 11-9703-0607

ebissone@prefeitura.sp.gov.br

bissonef@terra.com.br

elainebissone@yahoo.com.br

Nenhum comentário:

Vamos exercer a nossa cidadania e eliminar os maus políticos da vida publica, ESSE PODER É NOSSO

Somos 45 milhões de brasileiros cidadãos e cidadãs com algum tipo de deficiência sem ter nossos direitos respeitados. Quem esta preocupado e trabalhando de verdade por essa população? Até Quando vão continuar nos ignorando? Para que servem as Leis Federais se os próprios governos as desrespeitam? Porque o Decreto 5.296 de 2004 não foi e não é cumprido? Senhores mandatários do poder hoje nós somos os abandonados amanhã pode ser os senhores!!!! Vamos exercer a nossa cidadania e eliminar os maus políticos da vida publica, ESSE PODER É NOSSO

Postagens populares

Movimento Inclusão Já

Loading...